Buscar

Alento


O torcedor colorado tem motivos para comemorar, afinal foi uma vitória depois de 14 jogos sem sentir esse gosto, no Campeonato Brasileiro. Só que, passada a euforia, retorna a angústia de ver o time com a mesma pontuação do primeiro na zona de rebaixamento. Ganhar do Santos pode ser um alento, mas há que se prestar atenção nas incidências do jogo, que esteve longe de ser normal. A expulsão de Lucas Lima, numa decisão rigorosa do árbitro, mudou o sentido da partida. De equilibrado passou a favorecer o Internacional que pode, a despeito de todo nervosismo, pressionar o adversário até virar o placar.

Confiança

O técnico Roger Machado não pode ser responsabilizado pelo apagão do Grêmio diante do Coritiba. São episódios que já vimos muitas vezes no futebol. Um gol sofrido de maneira inesperada pode desconcentrar uma equipe. Não deve, mas acontece. Exemplos são vários, Brasil e Alemanha nos 7 a 1, Gre-Nal dos 5 a 0, Gre-Nal dos 4 a 1 na decisão do Gauchão e por aí vamos. O necessário é não se perder a confiança na capacidade do time e já mostrar essa atitude no domingo diante do líder Palmeiras.

Comportamento

A seleção brasileira mudou sob o comando de Tite. Mudou em alguns jogadores e em comportamento. Neymar continuará sendo o centro das atenções mas não mais o fundamento de todas as jogadas, onde a bola tinha de passar pelos seus pés no início de cada lance. A organização já parte do meio com Casemiro, Renato Augusto e Paulinho. Isso sem falar em Philippe Coutinho que tem entrado muito bem. Neymar tem de formar com Gabriel Jesus a força de conclusão do ataque. Sempre será melhor pra ele e para a seleção.


© 2020 Rogerio Amaral

Desenvolvido por Ayesha Lebed | branding+design

  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram