Buscar

Líderes


Foi uma rodada excelente para a dupla Gre-Nal no Campeonato Brasileiro, pelos próprios resultados e os dos outros. Melhor, apenas, se o Santa Cruz (surpreendentemente líder) não tivesse vencido. De qualquer modo os três são líderes, empatados com sete pontos. O primeiro lugar da equipe pernambucana se deve ao saldo de gols, onde o ataque marcou dez vezes em três jogos com o veterano atacante Grafitte fazendo a diferença. Em compensação, na defesa somos melhores. O Internacional sofreu somente um gol, enquanto o Grêmio ainda não foi vazado em sua meta, o que vale terceiro e segundo lugares respectivamente. Vamos torcer para que a nossa dupla siga assim.

Estilos

Se nos pontos Grêmio e Internacional estão iguais, nos estilos de futebol as diferenças são imensas. No Grêmio, o técnico Roger desenvolve um esquema de marcação adiantada com toque de bola vistoso. Já no Internacional, o treinador Argel prefere uma marcação no seu campo com um contra-ataque mais pragmático. Cada um a sua maneira está obtendo bons resultados nesse início de competição. Resta saber qual irá tirar melhor proveito no campeonato. Poderiam ser desenvolvidas várias teses, desde as características de cada jogador até o desgaste físico de um e outro estilo de jogo. Em verdade, só o tempo nos dirá.

Adversários

Comparando os adversários até aqui, vemos o Grêmio tendo enfrentado equipes de maior grandeza no cenário do futebol brasileiro e mundial. Corinthians, Flamengo e Atlético Mineiro são campeões brasileiros e, a exceção dos mineiros, também mundiais. Já o Internacional pegou Chapecoense, São Paulo e Sport Recife. Sendo que os paulistas são os maiores vencedores de títulos mundiais entre os clubes do Brasil e a Chapecoense é, no momento, a quinta colocada no campeonato. Mas tudo ainda é muito prematuro para se afirmar qual dos dois fará melhor campanha.

Turnos

Com as partidas sendo em turnos diferentes, foi possível acompanhar e analisar o desempenho da dupla Gre-Nal. À tarde, o Internacional, em Porto Alegre, teve muitas dificuldades diante do Sport Recife, especialmente no primeiro tempo. Argel repetiu os três volantes, onde apenas Fabinho tem vocação mais ofensiva. Resultado disso foi um time sem transição no meio campo. Corrigiu ainda no final do primeiro tempo com a saída de Anselmo. Na segunda etapa, com Gustavo Ferrareis teve mais proposição de jogo, chegando à vitória por 1 a 0 e que poderia ter sido por um placar maior. Já à noite, o Grêmio, em Belo Horizonte, tomou a iniciativa diante do Atlético. Marcou pressão e foi objetivo de tal forma no primeiro tempo, que liquidou o jogo com 3 a 0, sendo dois gols de Luan, a grande expressão individual da partida. E isso que houve três substituições, por lesão, ainda na etapa inicial. No segundo tempo, resistiu nos quinze primeiros minutos e cadenciou o restante, onde teve chances de ampliar.

Séries

Logo mais, o Brasil de Pelotas entra em campo pela série B do campeonato brasileiro. Será o segundo jogo fora de casa e, por coincidência, outro time de Goiânia. Depois de ter perdido para o Atlético Goianense, volta a Goiânia onde enfrenta o Goiás. Para ter melhor sorte, será preciso ser mais ambicioso. Para isso o técnico Rogério Zimmermann tem qualidade suficiente na equipe. Na série C, Juventude e Ypiranga que empataram entre si na primeira rodada, voltam a campo no domingo. Pela manhã (11h) o Juventude enfrenta o Guaratinguetá, do interior paulista, que busca reabilitação depois de ser goleado na estreia. É uma boa oportunidade para o Juventude somar três pontos, já que é bem superior. E o Ypiranga joga no Colosso da Lagoa, em Erechim, contra o Botafogo, também de São Paulo. Esse é um jogo mais encrencado. Os paulistas venceram na primeira rodada, o que pode antecipar um time fechado. O Ypiranga vai ter de propor o jogo e ter paciência. E falando ainda em séries, a “D” começa no mês que vem para quatro clubes gaúchos. O São José viaja para enfrentar o São Bento, em São Paulo. Já o nosso São Paulo, de Rio Grande, vai ao Paraná pegar o PSTC. O Caxias recebe o Metropolitano, de Santa Catarina. E o Novo Hamburgo aguarda pelos paranaenses do J. Malucelli. Todas as partidas no domingo, 12 de junho.


© 2020 Rogerio Amaral

Desenvolvido por Ayesha Lebed | branding+design

  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram